cursos

 
 
 
O novo espaço público no Brasil
.
Datas: 28 a 31 de agosto (segunda a quinta)
das 19h às 21h
Local: SP - Espaço Hedra - Rua Fradique Coutinho, 1139 - Vila Madalena.
 
 

Nos últimos anos, temos assistido à emergência de um novo espaço público no Brasil. Uma sociedade há pouco deitada no berço relativamente esplêndido do lulismo despertou e agora se põe a explicitar todos os seus conflitos, como quem quer lavar cinco séculos de roupa suja acumulada. Mais democrático e mais tenso, esse novo espaço público é consequência de três fatores: as revoltas de junho de 2013, que deixaram como legado uma sociedade indócil; o colapso do lulismo, espécie de correlato político-institucional da nossa cordialidade cultural; e a disponibilidade das redes sociais digitais, inédita ferramenta, como a define Manuel Castells, de autocomunicação em larga escala. Articulados, esse fatores propiciaram a emergência de um novo espaço público e, nele, o ressurgimento, numa intensidade sem precedentes, das lutas identitárias. O objetivo do curso é examinar a formação desse espaço, o modo como ele se opõe à autoimagem cultural dominante do país ao longo do século XX, e alguns dos princípios fundamentais das lutas identitárias, bem como as tensões sociais produzidas por suas lutas.

Aula 1: As autoimagens culturais do Brasil, da independência à formação da “cultura popular brasileira”.

Aula 2: Crítica da perspectiva culturalista, pela universidade e, mais tarde, pela própria cultura. A desculturalização do Brasil.

Aula 3: O novo espaço público no Brasil: condições de emergência e lutas identitárias.

Aula 4: A língua como campo de luta.   

 

 
 
Professores:
 
Francisco Bosco
 
 
Valor: 580,00
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////